6º Edição

Curso de Formação em Yoga

Setembro 2020

Inscrições Abertas

Yoga e Vedanta! Um ou dois?

Atualizado: 2 de Dez de 2019


Numa época em que o excesso de informação é tão ou mais prejudicial que a falta dela, é essencial que procuremos cada vez mais ir de encontro às fontes mais puras que nos permitam beber do conhecimento verdadeiro.

Com a difusão generalizada destas disciplinas que outrora estavam bem guardadas, existe sempre o risco de confusão ou deturpação. O que muitas vezes se passa é que o ritmo acelerado dos dias de hoje não cria as condições para o aprofundamento e reflexão cuidada, premissas fundamentais para qualquer busca que não pretenda ficar reduzida á superfície.

Ora, se há uma característica distintiva no Yoga, é precisamente esta busca pela causa fundamental, pela essência, pela Origem e, como tal, não devemos de forma alguma contentar-nos com os seus aspetos mais periféricos, por muito na moda que estes possam estar.

Qual é então a relação entre Yoga e os Vedas?

No inconsciente (quase) colectivo, O Yoga é hoje em dia quase sempre reduzido ás suas posturas (Asanas) ou técnicas respiratórias (Pranayamas) mais ou menos exóticas que, na melhor das hipótese, nos conduzem ao aumento da flexibilidade, à correção postural e uma sensação geral de bem estar que, por sua vez, ajuda a reduzir os níveis de stress e ansiedade tão presentes nas sociedades actuais.

Mas poderá o Yoga confinar-se a uma espécie de terapia sintomática, que usamos quando estamos prestes a atingir o limite, por forma a continuarmos a fazer tudo da mesma forma pelo menos por mais um tempo?

È para isso necessário resgatar a sua Essência que se encontra precisamente nos Vedas.

Segundo David Frawley

Veda é conhecimento e Yoga é sua prática. É tão simples assim. Eles são dois lados da mesma verdade. Yoga não apenas nos leva ao Veda, mas também o expressa. O Veda se incorpora através do Yoga como sua manifestação.

Veda, da raiz “vid” a saber, refere-se ao Conhecimento no sentido mais elevado como percepção direta da Consciência Eterna e Infinita chamada Brahman. Brahman está presente como o Atman ou Self interior de todos os seres num nível individual.A prática do conhecimento védico é Yoga, o que significa integração e unificação do nosso ser individual com o Ser Supremo. O conhecimento védico da nossa verdadeira natureza como consciência pura além de todas as limitações de tempo e espaço, naturalmente nos traz Yoga ou harmonia e unidade com todos no âmago de nossa natureza.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Caminhos do Yoga

Existem três principais caminhos tradicionais do Yoga. O primeiro é o Jnana Yoga ou o Yoga do Conhecimento, que é o Yoga do Veda como o caminho da sabedoria interior. É o caminho do autoconhecimento, da auto-realização e da unidade do nosso Eu interior com tudo, o Ser Universal, obtido através da pureza mental, investigação e meditação. É representado por Advaita Vedanta.O segundo caminho do Yoga é o Bhakti Yoga ou o Yoga da Devoção e do Amor Divino. Bhakti Yoga é o amor do Ser na forma do Ser Universal e de todas as suas formações e manifestações. Ele prossegue através da entrega à Presença Divina dentro do coração. É preciso muitas formas em diferentes tradições devocionais.O terceiro é o Karma Yoga ou o Yoga da ação correta, serviço e ritual, que é ação em harmonia com o Ser Universal. Consiste em alinhar nossas vidas externas com a realidade interna que acessamos através do conhecimento e da devoção. Esses três caminhos estão inter-relacionados, com o autoconhecimento se expressando como Amor Divino e operando através do serviço altruísta para todos. Subjacente a todos os caminhos védicos e do Yoga como vida correta.Destes três caminhos primários, muitos outros caminhos do Yoga surgem. Os mais conhecidos são Raja Yoga ou o Yoga da meditação e samadhi e Hatha Yoga ou o Yoga das técnicas psicofísicas. __________________________________________________________________________________________________________________________________

Os quatro objetivos da vida

A tradição védica reconhece quatro grandes objetivos da vida humana: Dharma, Artha, Kama e Moksha. Dharma aqui se refere ao nosso verdadeiro propósito na vida, que é o nosso trabalho interior para manifestar nosso potencial espiritual mais elevado. Artha são os objetivos que precisamos alcançar para cumprir nosso Dharma. Kama é a felicidade duradoura que experimentamos ao buscar corretamente o nosso Dharma. Isso nos leva a Moksha ou liberação. Yoga é dito ser o principal meio de alcançar Moksha ou liberação, o maior objetivo da vida. Então, toda a vida é Yoga. É por isso que a prática dos oito membros do Yoga começa com os valores e disciplinas do dharma dos Yamas e Niyamas, como ahimsa (não-violência) e satya (veracidade). __________________________________________________________________________________________________________________________________

Yoga e Hinduísmo

O Yoga pode ser adotado por membros de outras comunidades religiosas ou ateus até certo ponto - mas não há comunidade ou cultura de que o Yoga seja parte integrante, como é do hinduísmo. Não há tradição do Yoga além do Hinduísmo ou do Sanatana Dharma, do qual surge como meio de prática espiritual. Qualquer que seja a universalidade que as pessoas encontrem no Yoga, repousa sobre a universalidade do Sanatana Dharma, não sobre qualquer grupo ou guru que saia dele. O Veda é o nosso Dharma universal natural e o Yoga é a sua expressão unificadora. Se voltarmos a essa unidade de Veda e Yoga, haverá sabedoria, paz e felicidade para todos.

Para realmente entender a origem e a meta do Yoga, precisamos entender os Vedas e entrar em contato com a visão dos Rishis Védicos dentro de nós.

Deixo-vos aqui uma visão clarificadora da relação entre o Yoga e o Veda por um dos mais renomados autores sobre o tema. È sem dúvida no (re)encontro com as suas origens Vedanticas que o Yoga se revela Yoga verdadeiramente, exalando para todos universalmente a sua Força e Poder sob a forma de Verdade, Consciência e Plenitude.

Que esta luz possa continuar a guiar o nosso caminho e a saciar todos aqueles que buscam a Verdade que sempre foi, é e será_/\_

Hari Om Tat Sat

Jorge Saraiva

#Yoga #Vedanta #casadaalma

+351 912 678 617

e-mail: casadaalma.porto@gmail.com  |  Rua da Paz, 66, Sala 14 | 4050 461 Porto

©casa da alma Todos os direitos reservados.Desenho e implementação do site:Tradi.pt

Guiados pela visão do Yoga e da Meditação e pela tradição de todas as culturas, filosofias e religiões que visam o despertar da consciência, a Casa da Alma é um espaço que se propõe criar as condições  para que cada um possa revelar a sua natureza mais profunda, a sua Essência.